John Green emplaca mais uma história nas telonas

John Green speaking at VidCon 2012 at the Anaheim Convention Center in Anaheim, California.

O sucesso arrebatador de “A Culpa é das Estrelas” continua rendendo bons frutos para o autor John Green e boas notícias para seus milhares de fãs. Depois do anúncio de que “Cidades de Papel” também vai ganhar adaptação para a telona, agora é a vez de “Quem é você, Alasca?”, primeiro livro do autor e baseado em suas próprias experiências na escola.

A obra teve seus direitos comprados pela Paramount Pictures há nove anos. Um roteiro chegou a ser escrito por Josh Schwartz, criador da série The O.C., mas, na época, o estúdio focou em filmes mais promissores e a história nunca saiu do papel. Desta vez, quem vai escrever o roteiro e dirigir o filme é a canadense Sarah Polley, que já foi indicada a vários prêmios pelos seus filmes. A produção será de Mark Waters, diretor de Meninas Malvadas, e Jessica Tuchinsky, produtora de (500) Dias com Ela.

O autor já comemorou a escolha em posts no Twitter e no Facebook, em que se declarou fã dos filmes de Sarah e afirmou estar empolgado com a escolha: “…suas ideias sobre Looking for Alaska são realmente maravilhosas”. O documentário “Histórias que Contamos” e a comédia romântica “Entre o Amor e a Paixão” são os mais recentes sucessos da canadense.

Ainda não há informações sobre data de estreia ou atores que farão parte do elenco. O certo é que ele será lançado depois da adaptação de “Cidades de Papel”, que deve chegar aos cinemas em 2015. Só resta esperar!

Quem é você Alasca? O Primeiro Amigos, a Primeira Garota, as Últimas Palavras – Miles Halter é um adolescente fissurado por célebres últimas palavras que, cansado de sua vidinha pacata e sem graça em casa, vai estudar num colégio interno à procura daquilo que o poeta François Rabelais, quando estava à beira da morte, chamou de o “Grande Talvez”. Muita coisa o aguarda em Culver Creek, inclusive Alasca Young, uma garota inteligente, espirituosa, problemática e extremamente sensual, que o levará para o seu labirinto e o catapultará em direção ao “Grande Talvez”.